Roteiros Turísticos

Um pouco de história sobre o Clube da Esquina

Um pouco de história sobre o Clube da Esquina

O Clube da Esquina é um movimento musical brasileiro que surgiu em Belo Horizonte no final dos anos 60 e início dos anos 70. O movimento contou com a participação de vários músicos e compositores talentosos, como Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Toninho Horta, entre outros.

A história do Clube da Esquina nasce quando Milton Nascimento, ainda um jovem músico talentoso, se muda ao Edifício Levy, local onde conhece, os irmãos Márcio, Marilton e ainda garota Lô Borges. Os quatro se tornaram amigos e começaram a tocar juntos, criando um som que misturava influências do rock, da música folk e da música brasileira.

Com o tempo, outros músicos talentosos se juntaram ao grupo, incluindo Beto Guedes, Wagner Tiso, Toninho Horta, Fernando Brant, entre outros. O movimento cresceu e se tornou uma comunidade de músicos e artistas criativos, que se reuniam na esquina das ruas Divinópolis e Paraisópolis no bairro de Santa Tereza, para conversarem sobre, arte, política além de tocarem juntos e compartilharem ideias e inspirações musicais.

O nome, “Clube da Esquina”, surge a partir de Dona Maricota, mãe dos irmãos Borges, que apelidara carinhosamente aqueles garotos que sempre se encontravam na esquina da Rua Paraisópolis com Divinópolis. Se não fosse pelo carinho de Dona Maricota, qual poderia ser o nome desse grupo que marcou a história da música brasileira?

O álbum

O Clube da Esquina foi influenciado por muitos gêneros musicais diferentes, incluindo o rock, o jazz, a bossa nova, a música folclórica brasileira, além do grupo britânico Beatles. A música do movimento era caracterizada por arranjos complexos, harmonias sofisticadas e letras poéticas que abordavam temas como amor, política e justiça social.

Em 1972, Milton Nascimento e Lô Borges lançaram o álbum “Clube da Esquina”, que se tornou um marco na música brasileira, mesmo não sendo bem recebido pela crítica da época.

O álbum apresentava uma mistura de estilos musicais e contava com a participação de muitos dos músicos do movimento Clube da Esquina. O álbum incluía canções icônicas como “Trem Azul”, “Clube da Esquina No. 2” e “Cais”.

Após o lançamento do álbum “Clube da Esquina”, o movimento continuou a produzir música e a influenciar a cena musical brasileira. Muitos dos músicos envolvidos no movimento continuaram a colaborar e a criar música juntos, lançando álbuns como “Clube da Esquina 2” e “Clube da Esquina 3”.

O disco é considerado um dos melhores discos da história da música brasileira, tendo seus membros marcado época na música, influenciando artistas como Skank, Nando Reis.

Algumas curiosidades interessantes sobre o Clube da Esquina incluem:

  • O nome “Clube da Esquina” foi uma homenagem ao local onde os músicos se reuniam em Belo Horizonte, na esquina das ruas Divinópolis e Paraisópolis.
  • O álbum “Clube da Esquina” levou quase um ano para ser gravado e produzido, devido a problemas técnicos e de produção.

  • A música do Clube da Esquina foi influenciada por muitos gêneros musicais diferentes, incluindo o rock, o jazz, a bossa nova e a música folclórica brasileira.
  • Muitas das canções do Clube da Esquina apresentavam letras poéticas e profundas que refletiam as preocupações sociais e políticas dos músicos.
  • Confira mais curiosidade sobre o Clube da Esquina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *