Projetos Culturais

Mostras culturais em escolas públicas de BH resgatam Clube da Esquina

Mostras culturais em escolas públicas de BH resgatam Clube da Esquina

Capacitação de professores prevê oficinas de formação e caravanas culturais em nove regionais da PBH

Criar um canal de arte e educação em escolas públicas municipais de Belo Horizonte, com base no resgate e criação de memória do Clube da Esquina. Este é um dos objetivos do projeto de capacitação de professores, com foco na Mostra Cultural Clubinho da Esquina para a Primeira Infância, destinado a crianças de 1 a 6 anos, que acontece nos meses de setembro e outubro deste ano.

Ao todo, serão nove mostras culturais – sendo uma em cada Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) ou creche em periferias da cidade com sintomas de vulnerabilidade social, selecionadas por regional da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH), visando despertar o gosto das crianças pela música e a mineiridade, além de dar visibilidade aos registros desenvolvidos pelas crianças nas escolas.

Na prática, o corpo docente será treinado por profissionais qualificados para a formação de equipes em práticas musicais integradas com as crianças em torno da prosa poética, performática, melódica e de valor cultural da obra do movimento musical Clube da Esquina, uma das referências culturais de Minas Gerais e do Brasil.

De acordo com Bianca Luar, coordenadora pedagógica do projeto, “musicalizar é impregnar uma criança de música. Acreditamos no fenômeno música como essência da cultura da criança. A busca pela construção da expressão individual onde as sensibilidades múltiplas serão despertadas e potencialmente desenvolvidas”.

Bianca Luar, que é cantora, compositora, violonista e percussionista, além de ser especialista em educação musical pela UFMG e formadora generalista de professores, especialistas e gestores da Rede Municipal de Belo Horizonte, explica que as atividades propostas pelo projeto terão como eixo o fazer musical, a criação e a performance instrumental por meio do brincar, expressar e da corporeidade a ser explorada. “E todas as atividades terão como mote norteador a música e a memória do Clube da Esquina”, define.

 

Segundo Virgínia Câmara, produtora do projeto, os professores das instituições estão sendo instrumentalizados com material didático-pedagógico, que será repassado às crianças através de técnicas musicais e oficinas presenciais e no formato on-line. “Ao fim do projeto, as mostras culturais serão abertas aos familiares e à comunidade, com a apresentação dos trabalhos com a temática Clube da Esquina”, explica.

No fim de setembro e em outubro, participam da oficina de formação de professores as Emeis Granja de Freitas (30/9), Petrópolis (1/10) e Vila Estrela (19/10).

Da caravana, participam as Emeis Vila Antena (24/9), Vila Leonina (5/10), Cinquentário (6/10), Professora Marta Nair Monteiro (21/10), Vila Estrela (29/10), Petrópolis (29/10), Jardim dos Comerciários (5/11), Cristóvam Colombo (12/11), Granja de Freitas (19/11).

 

O projeto Mostra Cultural Clubinho da Esquina para a Primeira Infância é amplo e prevê também a promoção de seminários on line de formação para professores, o desenvolvimento de ações pedagógicas multidisciplinares e  modus operandi para as escolas, apoio à realização de oficinas de musicalização, de oficinas de produção de desenho e construção de instrumentos musicais, de ações contínuas durante toda execução/desenvolvimento do projeto, promoção de brincadeiras cantadas e apropriação rítmica melódica, promoção da expressão da corporeidade através da musicalização, entre outros.

 

O projeto Mostra Cultural Clubinho da Esquina para a Primeira Infância possui a co-relaização do Museu Clube da Esquina, Espaço Estação das Artes e Sirius Cultura além de ser realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *