Roteiros Turísticos

O famoso Clube da Esquina e as interpretações de Milton, Marilton, Márcio dentre outros… por Komunic Comunicação Integrada

Tudo começou em 1963, em Belo Horizonte. O cantor, compositor e instrumentista Milton Nascimento tinha acabado de chegar de Três Pontas, onde tocava na banda W’s Boys com o pianista Wagner Tiso, e foi morar numa pensão no Edifício Levy, na cinzenta Avenida Amazonas, no centro da cidade. Num apartamento próximo, moravam os irmãos Borges – doze ao todo. Inicialmente, Milton se enturmou com Marilton, o mais velho deles, e juntos foram tocar no grupo Evolussamba. Logo, estaria fazendo amizade também com Márcio e com o pequeno Lô, de apenas dez anos de idade, que desceu várias vezes as escadas do prédio para ver de quem era aquela voz e aquele violão que o encantavam.

Com o decorrer do tempo, essa união foi se intensificando e Márcio tornou-se o letrista das primeiras composições de Milton, Novena, Gira Girou e Crença em 1964. Lô estudava harmonia com o guitarrista Toninho Horta e devorava discos dos Beatles com outro menino, Beto Guedes, filho do seresteiro Godofredo Guedes, que tinha vindo de Montes Claros. Juntos, os dois meninos que haviam se conhecido devido a um patinete, montaram a banda The Beavers, inspirada no famoso quarteto inglês. A partir daí surgia o embrião do Clube da Esquina.

Milton Nascimento continuava cantando na noite e suas interpretações emocionavam multidões, aliás, emocionam ainda hoje.

Quem seria Maria, Maria, a qual Milton tanto exalta através de sua bela e forte canção? E Coração de Estudante? Que belíssima canção interpretada por sua majestosa voz! E o trem azul? Canção que nos faz viajar pelo tempo em apenas alguns instantes..

Não podemos nos esquecer da bela e doce “Um girassol da cor de seu cabelo”, como é linda e romântica essa interpretação, o coração até floresce ao ouvir uma canção tão sensível.

É.. são muitas as emoções através dessas e muitas outras canções interpretadas por Milton, compostas por Marilton, Márcio e tantos outros do Clube da Esquina. Nostalgia descreve nosso sentimento por essa época!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *