Eventos, Histórias

O melhor Chopp de Belo Horizonte é no Bar do Museu Clube da Esquina

bar clube esquina

Por Victor Sousa – 15/05/2019

O melhor Chopp de Belo Horizonte é no Bar do Museu Clube da Esquina

Que o chopp de Belo Horizonte é diferenciado, todo mundo já sabe. Mas você conhece o melhor Chopp da cidade? É o do Bar do Museu Clube da Esquina. Um dos bares mais simbólicos e tradicionais de belo horizonte.

A poucos metros da Paraisópolis com Divinópolis, famosa esquina do tradicional bairro boêmio de Santa Tereza, onde os jovens músicos mineiros Márcio, Lô e Bituca se encontravam, no final da década de 60, para tocar e compor, está o Bar do Museu Clube da Esquina – um espaço de reunião da história viva desse movimento contada por seus protagonistas.

É também um veículo para que essa mesma história seja contada pelo público, ou seja, você, que também vivenciou e vivencia de alguma forma a história, o sucesso e o legado cultural do Clube da Esquina.

A ambientação da casa faz referência ao movimento em todos os aspectos, tanto em sua decoração, com acervos do Museu do Clube da Esquina, com imagens e objetos dos integrantes, quanto na atmosfera intimista do palco.

Cardápio

Além do famoso Chopp Loba, ao abrir o cardápio, o público se depara com pratos e drinques de nomes familiares, o que torna a noite ainda mais divertida. Para quem vai pedir uma tábua de frios, por exemplo, é só pedir “A La Bituca”.

Se a opção for uma porção: “Via Láctea”, uma deliciosa porção de picanha que pode vir acompanhada de batatas rústicas, batata frita, mandioca na manteiga ou mandioca frita. O acompanhamento de nossa porção pode ser uma cerveja, Heineken ou Original, ou o drink especial da casa: “Amor de Índio”, feito com purê de morango, xarope de açucar, suco de limão, vodka, gelo e espuma de tangerina.

Mas se preferir algo mais leve, como o Carpaccio de Abobrinha, a senha é “Besame”. E para quem quer adoçar o paladar encontra no menu “Bola de Meia Bola de Gude” (Duas bolas de sorvete de creme com calda), e outras opções de sobremesa.

Santa Tereza

A esquina que dá nome ao movimento fica entre a rua Paraisópolis e Divinópolis, no bairro Santa Tereza. O local foi o principal ponto de encontro dos jovens músicos na década de 60, entre eles Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Wagner Tiso, e muitos outros que fizeram história na música brasileira

Sua fama de um dos mais tradicionais redutos boêmios da capital mineira tem fundamento em seus bares e casas de serestas. Além disso, Santa Tereza abriga diversos ateliês de cerâmica, artes plásticas, artesanato e grupos de teatro.

O público artístico se encontrava durante as noites no bairro para compor música, dançar e cantar. Dessa tradição nasceram movimentos musicais e bandas, como o Clube da Esquina, o Skank e Sepultura. Popularmente apelidado de Santé – quase uma alusão à “mineiridade” e o seu cortar das palavras -, o bairro Santa Tereza respira cultura e tradição.

Venha conhecer o Chopp do Bar do Museu Clube da Esquina. Traga sua família e amigos, e relembre os bons tempos do Clube da Esquina!

Endereço: Rua Paraisópolis, 738, Santa Tereza, Belo Horizonte, MG
Telefones: (31) 2512-5050 (31) 9 9688-0558

Bar do Museu Clube da Esquina

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *